Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas da Vida

Jesus crucificado na Luz

 Jorge Jesus deciciu, contra tudo e contra todos, mudar-se para o Sporting. Depois de conquistar o "bi" optou por abraçar um clube sem histórico de vitórias, sem o selo de favorito a campeão da próxima época, com apenas um título, a Taça, conquistado esta época nos penaltis.

 

Jorge Jesus podia ter escolhido outro clube "mais certinho". Optou pelo mais complicado. Complicado pelo percurso. Complicado no que diz respeito à pressão psicológica de seis milhões de adeptos que, certamente, lhe irão fazer a vida num inferno durante os jogos.

 

Jesus voltou a comprovar uma das suas principais características: Gosta de arriscar. E a aposta é alta.

Isto também pode ser um momento de esperança. Portugal precisa de pessoas que arriscam. Pessoas que acreditam nas suas capacidades. Que acreditam poder fazer a diferença. Que acreditam.

Hoje, na rua, aquilo que mais se ouve são frases do género: "ele vai-se arrepender!" Irá?

 

O primeiro grande jogo de Jorge Jesus na pele de leão será contra o Benfica, a Supertaça. E se o Sporting vencer? Ai, Jesus.

 

A saída não foi pacífica, a estrutura do Benfica aceitava a saída para todos os clubes, menos para o Sporting (de preferência para o estrangeiro), e tudo fará para minar o novo percurso de Jorge Jesus. "Ingrato", deve ser a expressão mais branda nesta fase. O ataque ainda agora começou.

 

A coroa de louros de Jesus foi substituída por uma de espinhos. E o treinador aceita o desafio de ânimo leve. Isto também pode ser um momento de esperança. Portugal precisa de pessoas que arriscam. Pessoas que acreditam nas suas capacidades. Que acreditam poder fazer a diferença. Que acreditam.

 

Jesus acreditou, quando chegou ao Benfica, que iria ser campeão.

 

 

Ao escrever esta opinião deixo de lado toda e qualquer convicção. Analiso a decisão do homem, sobre o qual até tenho sido bastante crítico por algumas decisões, os riscos que decidiu correr. Atravessar a Segunda Circular, em qualquer sentido, nunca foi bem visto. E é um perigo!

 

Jesus tomou a decisão. Jorge abriu os braços decidido a assumir o risco.

 

A maior batalha será travada com os adeptos. Ou não. Ainda podemos ser surpreendidos com uma lição exemplar dos adeptos benfiquistas que, percebendo a carreira do técnico, ficarão gratos para sempre pelas alegrias, pelos títulos conquistados. Pelo "bi", que abre caminho ao "tri".

 

Veremos, no final da Supertaça!

 

Recorde a apresentação de Jesus na Luz.

E algumas das fotos que fiz na apresentação.

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D