Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas da Vida

Foi Costa quem venceu o dérbi, perdão, o debate?

 

@Lusa

 

O formato de debate, com os três canais de televisão a transmitir em simultâneo, teve por base uma espécie de relato desportivo. Um frente-a-frente onde os portugueses esperavam ver esclarecidas algumas questões, para perceber em quem apostar para a vitória nas eleições. Por aquilo que se ouviu, logo a seguir ao debate, da boca dos comentadores, "isentos", dizem, e pelo que se lê hoje nos jornais, a maioria atribui a vitória a António Costa.

 

Calma, vitória no debate.

 

Não vou entrar na mesquinhez de criticar o que disse Passos Coelho, ao tentar colar Costa a José Sócrates, ou na ausência de respostas claras, ou fuga, a perguntas muito concretas de António Costa. Mas não ouvi ninguém (perdoem-me se não ouvi tudo e todos), referir que quem se colou a Costa foi o próprio José Sócrates ao expressar o seu apoio ao atual líder do PS. Afinal, esta estratégia,serviu para quê?

 

Nem vale a pena falar dos erros factuais de António Costa sobre quem "chamou" a Troika.

 

Há muito tempo que é claro que a máquina do PS funciona muito bem, ao contrário da do PSD que tem pessoas que se assumem como partidárias a dar tiros no próprio pé nos espaços de comentário das televisões.

 

Por isso, acho que nenhum protuguês acredita que a máquina partidária do Largo do Rato não está por detrás deste "comunicado" de José Sócrates, no momento em que ele ocorreu. Acredito que temos de olhar para o futuro mas devemos manter os olhos no passado. É essa história que nos ensina e nos ajuda a evitar cometer os mesmos erros. Vamos esquecer e retirar do debate o que trouxe Portugal até ao ponto da chamada da Troika? Vamos esquecer que os partidos do Governo e o PS assinaram as medidas que estavam no memorando de (des)entendimento? Vamos esquecer que o Governo pode ter ido mais além do que a Troika exigia? Já agora, vamos esquecer as privatizações de empresas que nunca deviam ter saído da alçada do Estado?

 

Esquecer o passado só serve a quem quer esconder, a quem receia assumir os erros. É por essa razão que nunca devemos esquecer a II Guerra Mundial, o Holocausto. Foi um dos maiores erros da história e nunca deve ser esquecida, para que todos possam lutar contra medidas que levam a um repetir de eventos deste tipo.

 

Pouco ênfase se deu também, à pergunta que foi feita no debate sobre uma união de esforços dos dois candidatos para o bem de Portugal. Ambos fogem à pergunta de Adelino Faria. Mas os dois deviam ser forçados a dar uma resposta clara a este assunto. Afinal, depois das eleições, ganhe quem ganhar, o país, os portugueses, devem estar primeiro, acima de qualquer ego ou ideologia.

 

Quanto a vitória no debate, acredito que Passos esteve melhor na primeira parte, com ataques claros, deixando Costa reduzido ao seu meio-campo. Já na segunda metade, Costa veio dos balneários com outro fulgor e conseguiu superiorizar-se ao adversário. Não era futebol que queriam?

 

Quem vencer as eleições deve governar para o bem do país e não para seu proveito e dos amigos. A melhor solução para Portugal seria a celebração de pactos de regime claros em áreas cruciais. E nesse capítulo, nenhum dos candidatos quis assumir o compromisso, pedindo aos portugueses a confiança para governar sozinhos. E merecem?

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D