Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas da Vida

A vida depois de Blatter

blatter.jpeg

 

O padrinho da FIFA acabou de apresentar a sua demissão, renuciou à recente reeleição para o órgão máximo do futebol internacional. Depois da recente investigação, que ensombrou as eleições, Joseph Blatter, contestado por muitos mas suportado por uns quantos com força suficiente para o manter em funções, abre caminho para uma nova vida na FIFA.

 

Luis Figo, um dos candidatos que desistiu da corrida por razões ainda por esclarecer na totalidade, poderá voltar a ser uma das hipóteses. Mas ainda há muito para analisar no que respeita às suspeitas de corrupção no mundo do futebol.

O congresso electivo deverá realizar-se entre dezembro deste ano e março de 2016. É muito tempo. Até lá que decisões irá tomar? Que coisas poderá esconder?

 

As suspeitas sobre a atribuição da realização de campeonatos do Mundo, não preciso de citar, basta olhar para as dúvidas sobre locais pouco propícios para a prática do futebol e onde é necessário investimento de milhões na construção de estádios. Infraestruturas que, depois de receberem dois ou três jogos da competição, ficarão, literalmente, às moscas.

 

Estádios sem equipas, sem público, sem vida.

 

Talvez agora, quando a FIFA tiver uma nova vida, o bom senso impere e as organizações sejam feitas em países onde há uma cultura de futebol. Onde não seja preciso recrutar espetadores, onde após o apito final o estádio se mantenha vivo.

 

Para quem não presenciou no local um mundial, basta realçar o que sucedeu a estádios com o do Algarve ou Leiria. Sendo Portugal um país com tradição no futebol, são estádios a mais, impostos pela UEFA/FIFA para a atribuição da organização dos maiores eventos de futebol. Milhões gastos em estádios que servem apenas meia dúzia de jogos e que depois perdem razão de existir.

 

Já em 2013 se devia ter demitido, depois de mais um escândalo provado quando manifestou a sua preferência por Messi e "gozou" com Cristiano Ronaldo.

 

Para se ter demitido, depois de ter insistido em ir adiante com a reeleição, é porque dificilmente conseguirá sair impune desta investigação. Blatter, que ocupava o cargo desde 1998 (quatro mandatos, este seria o quinto), ficará em funções até ser eleito novo presidente.

 

O congresso electivo deverá realizar-se entre dezembro deste ano e março de 2016. É muito tempo. Até lá que decisões irá tomar? Que coisas poderá esconder?

Alguém encontra explicação para ter aceite assumir o cargo, alegando não haver razões para se demitir, tendo feito isso 4 dias depois?

A não ser, claro está, sabendo que os estatutos lhe permitiam isso, ganhar tempo até dezembro ou março de 2016 para terminar o que tinha em marcha!

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D