Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coisas da Vida

Jesus às portas do Inferno da Luz

Jorge Jesus viveu este ano a melhor época desportiva da sua vida e, ao mesmo tempo, a pior. Passou, literalmente, de bestial a besta em menos de 20 dias.

Depois da euforia vivida em torno dos resultados desportivos registados no campeonato, na Taça e na Liga Europa, eis que nos momentos decisivos tudo se desmorona.

Jesus de joelhos em pleno Dragão ainda teve consigo os adeptos. Na final da Liga Europa o perdão também chegou. E tudo levava a crer que a renovação estava perto. Afinal, ainda restava a Taça de Portugal que, apesar de tudo, não salvava a época. Mas também no Jamor as coisas correram mal para o Benfica. E para Jesus que levou, em pleno relvado, o pior dos castigos: o empurrão traidor de Cardozo. O Paraguaio liderou o coro de críticas que colocam o treinador na rota de saída da Luz.

Cardozo, também ele criticado pelos adeptos encarnados (apesar do número de golos marcados), foi o primeiro a avançar para Jesus. Uma espécie de traição depois da aposta do treinador na sua utilização e na confiança para marcar penáltis, mesmo depois dos falhanços monumentais.

Jesus ainda tentou desculpar o Paraguaio, pois ele estava desorientado. Mas mesmo com a bússola desafinada, a atitude de Cardozo foi um sinal claro de desrespeito pela autoridade do treinador. Com aquela atitude, mesmo que ambos continuassem no Benfica, iria ser difícil a convivência.

Cardozo será castigado e dificilmente irá ficar na Luz. Quanto a Jesus, está a ser julgado por três jogos. Mas são momentos decisivos. Os adeptos não percebem como se pode gastar 4 milhões por ano num treinador que falha nos momentos decisivos. E têm razão. Mas é preciso olhar para outros grandes treinadores que esta época tiveram grandes conquistas depois de, na anterior, terem perdido tudo.

Portugal precisa de continuar a apostar nos talentos nacionais e para isso é preciso avaliar todo um percurso. É preciso saber avaliar as qualidades e não apenas a sorte ou azar de dois ou três lances.

Aliás, é preciso não esquecer que no Porto está um treinador que também tem qualidades mas que, apesar de ter tremido mais durante a época, conseguiu a felicidade, para tristeza de Jesus, no momento crucial. E também ele estará de saída do Dragão.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D