Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coisas da Vida

Antes morrer de pé que viver de joelhos

A frase é mais conhecida com a pronúncia castelhana mas aplica-se bem ao actual contexto do futebol português. Jorge Jesus, levado pela emoção, caiu de joelhos voltado para o banco do FC Porto onde Vítor Pereira celebrava de forma exuberante. O gesto, que curiosamente escapou às objectivas de dezenas de fotógrafos que assistiam ao jogo, corre o mundo graças às imagens da transmissão televisiva e caiu mal junto dos adeptos benfiquistas. Afinal, Jorge Jesus não pode dar aquela imagem.

E porque não? O futebol é um espetáculo e Jorge Jesus um dos actores principais. Caiu com o cair do pano. Mas mais do que a atitude irrefletida de Jorge Jesus é preciso perceber porque razão no momento em que sofreu o golo, aos 92 minutos, e quando tinha feito substituições claramente indicavam uma estratégia defensiva, a linha mais recuada estava a meio campo, completamente partida permitindo que dois avançandos, acabados de entrar, jogassem livremente.

Se há alturas em que o autocarro deve estacionar em frente à baliza, diria que esta era uma delas. Afinal, o empate servia ao Benfica mas não ao Porto. Como costumo dizer, analisar erros e jogadas através das imagens da televisão é mais fácil do que estar lá no campo a tomar decisões mas, neste caso, até uma criança conseguia ver o corredor esquerdo totalmente aberto para a progressão do FC Porto.

Jesus é um ator experiente, um treinador que já deu provas da sua qualidade e, talvez por isso, tivesse a obrigação de cair de pé. Principalmente quando a equipa tem de estar motivada para o jogo da final da Liga Europa. Não será fácil a motivação e mais difícil ficou com a atitude derrotista e de entrega protagonizada por Jesus.

Por outro lado, com a derrota, o Benfica precisa que o Porto perca o derradeiro jogo com o Paços de Ferreira e há quem tenha também interpretado o gesto de Jesus como um pedido aos céus para o auxílio divino.

Com o campeonato praticamente perdido, resta a Jorge Jesus colocar tudo na final da Liga Europa e tentar conquistar um título que ajude a disfarçar a dor provocada pelo desperdício do título nacional. Os adeptos querem celebrar e se for para receber a taça da Liga Europa, melhor. Mas não é a derrota frente ao Porto que o Benfica tem de lamentar. Afinal foi no Estoril que o Benfica congelou o caminho para o título.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D